A Beleza de um Sebo

por: Luísa Alves

sebo

 

 

Sou fanática por livros, sempre fui. Mesmo quando o conteúdo não me interessa em nada, adoro folheá-los, cheirá-los, ver suas capas, cores e páginas. Por isso, sempre gostei muito de livrarias. Recentemente, porém, comecei a descobrir uma outra paixão – que ainda está em desenvolvimento, é verdade, mas que já conquistou espaço na minha vida – os sebos.

Livro de livraria tem cara, cheiro de novo – o que é inegavelmente delicioso. Mas o sebo também tem muitos encantos (e vantagens). Primeiramente, é claro, tem o preço: enquanto livros novos custam algumas dezenas de reais, em um sebo os encontramos por oito, cinco, um real – quantias bem mais acessíveis, especialmente para o bolso de estudantes.

Outra vantagem do livro de sebo é sua história: a quem ele pertenceu? Em que época? Pra qual propósito? É incrível encontrar pequenas anotações por entre as páginas, dedicatórias, até poemas nos epaços em branco. O aspecto de novo é trocado pelo aspecto de quem tem uma história pra contar.

A comodidade das compras pela internet também atingiu os sebos. Quem não tem tempo de andar pelas lojas pode facilmente encontrar o livro que procura online, em sites que agrupam diversos sebos pelo Brasil. Muitos exemplares possuem descrição e até foto, sendo possível fazer uma compra consciente. E mesmo com a entrega em casa, em poucos dias, o preço ainda é bem menor do que o de um livro novo.

Mais uma possibilidade dos sebos é especial pra quem gosta mesmo de coisa antiga: edições que já nem são mais produzidas, livros históricos, com dedicatórias de autores (aí nem sempre tão baratos assim) e por aí vai. Um universo de possibilidades sem fim.

Por último, mas não menos importante, tem a sustentabilidade dos sebos. Pra que imprimir milhares ou milhões de exemplares de livros? Só pra que cada um possa ter um novo? Nossa sociedade precisa caminhar cada vez mais para a reutilização de produtos. Lembra-se dos 3 R? Reduzir, reutilizar e reciclar. Pois é, os sebos são uma maneira de reduzir a produção de livros (que consome, papel, tinta, água, energia) e reutilizar os livros já impressos. Cuide bem dos seus livros para que outros possam lê-los, e seja também o outro que lê livros dos quais alguém cuidou bem um dia.

Se você nunca comprou de um sebo, experimente. Assim como eu, talvez você descubra uma nova paixão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s