Os cinco melhores vídeos do Porta dos Fundos (e porque eles fazem sentido)

porta dos fundos

Porta dos Fundos, grupo de comédia que há um ano produz conteúdo exclusivamente para internet, é um sucesso indiscutível. O êxito dos curtas se deve em parte à capacidade de fazer comédia falando mal de nós mesmos. Os filmes fazem críticas sociais com dose de humor e inteligência suficiente para que internalizemos as mensagens rindo. Abaixo os cinco melhores filmes do Porta dos Fundos (sem ordem de preferência) e a crítica inteligente que eles trazem.

Linha branca

Superávit

O político picareta tentando seduzir o político honesto a roubar com argumentos como “Se a gente não pegar dinheiro esse país explode!” gera uma identificação que nem precisa ser explicada. Segundo pesquisa de 2012 da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o custo da corrupção no Brasil beira os R$ 50 bilhões por ano. Ah, no final do vídeo o político picareta consegue convencer o outro.

Linha branca

Assembleia geral

Presos fazem uma reunião para discutir questões fundamentais: como está o túnel de fuga, onde esconder os celulares e outras coisas menos bonitas de escrever aqui. O vídeo escancara o problema das penitenciárias brasileiras. Atualmente, faltam aproximadamente 200 mil vagas no sistema prisional e apenas 22% dos presos trabalham. Em locais como São Paulo, onde a situação é mais grave, o PCC administra boa parte dos presídios. O carcereiro praticamente obedece a ordens dos presos.

Linha branca

Brainstorm

Todo mundo já olhou pro Big Mac da foto, pro que vem na caixinha e concluiu que eles não se parecem nem um pouco. Querer vender qualquer coisa sem se preocupar muito com os meios nem com as consequências é uma postura típica da objetividade contemporânea. Em Brainstorm, Fábio Porchat interpreta um publicitário que quer aumentar a qualquer custo as vendas da bíblia, como forma de alavancar o catolicismo. A obstinação cega em chegar ao objetivo final é tamanha que o personagem vai fazendo proposições absurdas até perder o cliente. Uma ótima crítica ao pragmatismo dos dias atuais.

Linha branca

Entrevista

Em 2001 a então apresentadora Soninha foi demitida da TV Cultura após admitir que fumava maconha em entrevista para a revista Época. Ela se defendeu dizendo que havia realmente dito isso, mas que disse milhões de outras coisas e dar essa manchete (ainda mais na capa!) foi um artifício da jornalista para vender revista. Essa postura sensacionalista de parte da mídia é o que marca Entrevista. Ao invés de buscar a informação, o entrevistador busca a próxima capa polêmica. O resultado é engraçado, mas ilustra um lado pouco ético de parte da mídia.

Linha branca

Reunião de emergência

Outro vídeo que aborda a questão da corrupção. Desta vez, a presidenta se reúne com políticos do primeiro escalão para pedir que, devido às manifestações, eles “roubem menos”. No mundo real, a permissividade popular que dá a eles a sensação de impunidade na hora de roubar é a mesma que permite que eles “roubem por dentro”, ou seja, custem legalmente uma fortuna. Um deputado federal tem salário de R$ 26,7 mil, apartamento de R$ 3,8 mil/mês, verba para secretários de R$ 78 mil e um cotão para despesas diversas de até R$ 44 mil. O seu custo total, com outras pequenas benesses, é de R$ 166 mil por mês, ou aproximadamente 240 salários mínimos.

Anúncios

Um comentário sobre “Os cinco melhores vídeos do Porta dos Fundos (e porque eles fazem sentido)

  1. Vocês deixaram um vídeo importantíssimo de fora, que é o “Sobremesa”. A insatisfação sexual feminina é uma epidemia que, assim como a corrupção, atinge a maioria das pessoas mas os culpados quase nunca são punidos. Palavra de ginecologista!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s