Favela modelo?

A favela é um território que carrega um histórico de preconceito por parte dos moradores do asfalto e violação de direitos humanos por parte dos governos, pois sempre foi tratada de maneira diferenciada em virtude da sua localização periférica e problemas relacionados ao tráfico. Balas de metal nunca foram economizadas na hora das guerras entre policiais e traficantes, além de nunca haver uma preocupação maior por parte da prefeitura sobre o tratamento dado à população pelos profissionais de segurança.

Algumas mentiras que circulam entre os que não entendem sobre a realidade das favelas:

– “Morador de favela nunca pagou conta de luz.”

“Gatos” são roubos de energia elétrica feitos por uma minoria da população. Hoje em dia, há um descontrole total do consumo, havendo níveis extremos constrastantes, desde moradores que não pagam nada na sua conta até aqueles que recebem boletos que passam de mil reais, sem ter nem usar muitos aparelhos eletrônicos em casa

– “Pobre se aproveita do bolsa-família pra não trabalhar.”

Cuidado com as charges que circulam pelas internet e reportagens tendenciosas da TV! Tem gente que se aproveita, mas a grande maioria das pessoas que possui bolsa-família sobrevive com a ajuda dele. Antes do primeiro mandato do ex-presidente Lula, ele disse: “Não adianta ensinar a pescar, pois o povo passa fome agora. Primeiro a gente a dá o peixe, depois se ensina a pescar”. Infelizmente, ainda hoje, esse ensino ainda é deficiente, mas não devemos confundir e achar que é desnecessário. Só quem precisa disso não para viver, mas para sobreviver, sabe, e não é uma minoria, muito menos preguiçosa.

– “No morro só moram pobres que deveriam ser mesmo retirados, porque invadem terreno de Mata Atlântica”.

Uma mentira descarada. É fácil olhar em volta dos morros e ver mansões. Não, não são de traficantes, mas de pessoas com realmente um nível econômico mais elevado. Porém, diferente das comunidades, nunca receberam ordem de despejo por invasão de área virgem. É certo que os morros são ocupados pela Mata Atlântica, mas é fácil dizer isso como se ela não ocupasse também onde hoje é asfalto e a culpa hoje recai nos ombros daqueles que não tem como morar embaixo por causa da especulação imobiliária.

Deixo aqui um vídeo de depoimento de manifestação realizada pela população do morro Santa Marta na última segunda-feira, que explica um pouco com mais detalhes algumas dessas questões.

http://www.youtube.com/watch?v=_z9JZJzb4BE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s