Como avaliar um candidato político

Por: Isadora Liborio

Semana passada, divulguei aqui no site do PECEP as propostas de governo dos principais candidatos ao segundo turno da cidade. Porém, de nada adianta saber as propostas de cor e salteado se não formos capazes de avaliá-las. É por isso que o post de hoje trás o passo a passo do que considerar na hora de escolher seu candidato.

 

JINGLE:

Os jingles (aquelas musiquinhas enjoadas que a gente ouve na TV e nos carros de som) são a peça de marketing eleitoral que mais facilita a memorização de mensagens e informações sobre o candidato. Elas foram desenvolvidas justamente para grudar nas nossas cabeças. Muita gente acaba votando no “Landinho, o amigo do bairro!” simplesmente porque só conseguia lembrar do jingle dele na hora de votar. Por isso, quando ouvir uma musica de candidato, tenha em mente:

  • Traz informações essenciais sobre o candidato?
  • Elenca as realizações pelas quais o candidato pode ser lembrado positivamente?
  • Delineia a postura e/ou as metas do candidato?
  • Tem informações concisas e claras?
  • Ajuda o eleitor a entender quem é o candidato?

 

INFORMAÇÕES DE JORNAIS E DEMAIS VEÍCULOS DE INFORMAÇÃO:

Nada no mundo é imparcial (nem mesmo esse meu post aqui), por isso, tenha em mente que o que os jornais dizem estará sempre contaminado pela opinião de quem escreve.

  • Busque informações de diferentes mídias: jornais, canais de TV, blogs, sites e revistas. E tenha em mente o fato de que nada é uma verdade absoluta. Quem deve construir a sua opinião é você, não um único meio de comunicação ou uma propaganda política unilateral.

 

PASSADO DO CANDIDATO:

A lei da Ficha Limpa já estará em vigor nas eleições deste ano, mas isso não nos isenta da responsabilidade de pesquisar sobre o passado do candidato. Ao fazer isso, tenha em mente as seguintes perguntas:

  • Qual a história de vida do(a) candidato(a) no que se refere à sua atuação social?
  • Quando e em que nível ele(a) já esteve dedicado a alguma ação de interesse público?
  • O(a) candidato(a) responde a algum processo na justiça? De que tipo? E o grupo que o(a) acompanha?

 

O PARTIDO:

  • Quais são as principais linhas programáticas de seu partido?
  • Quais suas figuras públicas mais conhecidas e seus valores ético-políticos?

 

O FINANCIAMENTO:

Nada vem de graça neste mundo, nem as campanhas eleitorais. Por isso, avalie:

  • Quem está financiando a campanha eleitoral do(a) candidato(a), e com que objetivos, considerando que, em geral, empresas não fazem ‘doações’ e sim investimentos?

 

QUEM É VOCÊ PARA O CANDIDATO:

  • Como o(a) candidato(a) considera o povo de quem busca o apoio: como massa de manobra, tola, a ser dirigida, ou como cidadania ativa, cuja consciência, informação e participação permanente deve se estimular?

 

ÉTICA PROFISSIONAL

  • Como o(a) candidato(a) está desenvolvendo sua campanha: pelo convencimento através de ideias, projetos e causas, buscando o voto de opinião, ou na base da compra de votos, da promessa de emprego, distribuição de cestas básicas, vaga na escola, leito em hospital e outras formas do crime de captação de sufrágio?
  • Quais as propostas concretas do(a) candidato(a) para as políticas públicas mais importantes na cidade, os recursos e as maneiras de implementá-las?
  • Como o(a) candidato(a) se posiciona em relação aos recorrentes escândalos nacionais de corrupção, e que papel seu partido tem no combate a esses crimes e aos políticos que os cometem?

 E que vença o mais apto!

(ou não)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s