Homenagem ao centenário de Nelson Rodrigues traz suas 17 peças à cidade!

Por Isadora Libório

Ainda há tempo para conferir o festival A Gosto de Nelson, que neste mês de agosto traz ao público, a preços populares, toda a obra – 17 peças – do dramaturgo. Aberta no último dia 1º, a mostra está sendo apresentada nos teatros Dulcina e Glauce Rocha, no Rio, em comemoração ao centenário de Nelson Rodrigues (1912-1980).

Essa semana começaram a ser apresentadas as “tragédias cariocas”, conjunto que abrange peças como A Falecida, Perdoa por Me Traíres, Os Sete Gatinhos, Boca de Ouro, O Beijo no Asfalto, Bonitinha, mas Ordinária e Toda Nudez Será Castigada.

Cada uma das peças é apresentada em duas sessões, às quartas e quintas-feiras e aos sábados e domingos, com início sempre às 19h. Os ingressos custam R$ 5, a inteira, e R$ 2,50, a meia-entrada, para estudantes e maiores de 60 anos.

PROGRAMAÇÃO:

Dias 15 e 16 de agosto

A falecida (DF) No Ato Produções – Teatro Dulcina
Direção e orientação: Diego de León

Perdoa-me por me traíres (CE) Engenharia Cênica – Teatro Glauce Rocha
Direção/iluminação: Luiz Renato

Dias 18 e 19 de agosto

Os sete gatinhos (SP) Cristina Yoshie Sato – Teatro Dulcina
Direção: Nelson Baskerville

Boca de Ouro (SP) Grupo Prole – Teatro Glauce Rocha
Direção: Flavia Pucci

Dias 22 e 23 de agosto

Beijo no asfalto (PE) Phaelante, Goes & Mourão – Teatro Dulcina
Direção: Claudio Lira

Bonitinha, mas ordinária (RJ) Centro de Investigação Teatral – Teatro Glauce Rocha
Direção: Eduardo Wotzik

Dias 25 e 26 de agosto

Toda nudez será castigada (RJ) Armazém Companhia de Teatro – Teatro Dulcina
Direção: Paulo de Moraes

Valsa Nº6 (PR) Expressão Criação e Produção – Teatro Glauce Rocha
Direção: Eduardo Bitencourt

Dias 30 e 31 de agosto

A serpente (RJ) Teatro do Pequeno Gesto – Teatro Dulcina
Direção: Antonio Guedes

PARA SABER MAIS SOBRE NELSON:

Nelson Falcão Rodrigues foi um importante dramaturgo, jornalista e escritor brasileiro. Nasceu em Pernambuco, Recife, em 1912 e se mudou para o Rio em 1916. Trabalhou no jornal A Manhã, onde foi repórter policial, acumulando uma vasta experiência para escrever sobre sociedade.

Sua primeira peça foi A Mulher sem Pecado, que lhe deu os primeiros sinais de prestígio dentro do cenário teatral. Seu primeiro grande sucesso foi a peça Vestido de Noiva, que trazia, em matéria de teatro, uma renovação nunca vista nos palcos brasileiros.

A consagração se seguiria com vários outros sucessos, transformando-o no grande representante da literatura teatral brasileira no século XX, apesar de suas peças serem tachadas muitas vezes como obscenas e imorais. Veio a falecer em 1980, no Rio de Janeiro.

 

Fontes:

http://rioshow.oglobo.globo.com/teatro-e-danca/pecas/a-gosto-de-nelson-6846.aspx

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nelson_Rodrigues

http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/festival-comemora-cem-anos-de-nelson-rodrigues-com-pecas-a-r-5-20120806.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s