7 grandes erros da humanidade

O mundo não é dividido em dominadores e dominados. As decisões que ditam seus rumos não são tomadas por meia dúzia de pessoas más fumando charuto em uma sala envidraçada. A humanidade desliza por caminhos hora induzidos, hora aleatórios; hora contínuos, hora descontínuos. E esses caminhos muitas vezes são os piores possíveis. Seguem abaixo, baseados numa edição da revista Superinteressante, 7 grandes erros da humanidade.

1)      Adoção do petróleo como fonte de energia fundamental – Recurso finito, poluente, cuja extração é danosa à natureza e gera guerras destrutivas. Tirando que o reinado do “ouro negro” ainda funciona à base do afogamento de tecnologias amplamente melhores. Acho que não preciso falar mais nada…

2)      Desenvolvimento da bomba atômica – Uma invenção que um ano após criada matou instantaneamente 200 mil pessoas! Para piorar, abriu uma era de neurose atômica que, mesmo atenuada, dura até hoje. Tudo isso por um utensílio que não tinha nenhuma justificativa a não ser destruição.

 

3)      Escravidão – Desde os romanos até o Brasil do século XIX, a escravidão sempre foi uma saída fácil. Mão de obra a custo quase nulo, cujo produto era consequentemente mais barato. Uma exploração inaceitável justificada por ideologias ainda menos aceitáveis. Um vexame que só muito recentemente vem sendo combatido como deve.

 

4)      Etnocentrismo levado ao extremo – O homem, por natureza, tende a achar sua cultura a mais normal e estranhar as outras. O problema é quando isso chega a níveis que justificam ações extremas. Os exemplos são vários: as cruzadas cristãs contra os infiéis, a chacina nos imperialismos da América do sul e da África e o Holocausto dos Judeus. O resultado é sempre o mesmo: milhões de mortes sem nenhuma justificativa e a perda da diversidade cultural.

 

5)      Produção industrial do cigarro – O cigarro matou, mata e matará milhões, talvez mais do que qualquer tirano na história. Porém, até o século XIX, o estrago era bem menor, já que a droga era produzida artesanalmente. A produção industrial começou por iniciativa do governo francês, em 1845, e o consumo e as mortes devidas a ele avançaram junto.

 

6)      Uso medicinal da cocaína – Entre as décadas de 1880 e 1920 a cocaína era receitada como um remédio normal. Quando descobriram que ela gerava dependência e era destrutiva para o cérebro, vários pacientes já estavam mortalmente viciados.

 

7)      Cidades planejadas para os carros – A partir da década de 20, com a fabricação do Ford T, as cidades passaram a funcionar em função dos carros. Transporte coletivo e alternativo foram marginalizados. Como resultado, sedentarismo, poluição, congestionamentos, estresse e acidentes de trânsito. Em São Paulo, por exemplo, 4 mil pessoas morrem anualmente pela poluição e os congestionamentos provocam um prejuízo de R$ 4 bilhões por ano.

Anúncios

Um comentário sobre “7 grandes erros da humanidade

  1. Concordo com alguns erros, mas outros estão meio esquisitos aí no meio. Aonde que o uso medicinal da cocaína se compara à adoção do petróleo como fonte principal de energia ou ao desenvolvimento da bomba atômica?
    E coisas como o Etnocentrismo e a Escravidão que não foram muito escolhas da humanidade. O primeiro é uma característica do ser humano, e o segundo é uma consequência direta e óbvia do desenvolvimento militar primitivo. Evoluímos e estamos pensando de jeitos diferentes e combatendo esses antigos, mas é completamente diferente do planejamento das cidades para os carros, que foi uma decisão e não uma evolução orgânica da forma de pensamento humano.

    No mais, boa reflexão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s