10 coisas que você terá vergonha de contar pro seu filho

Cocaína já foi receitada por médico, cigarro recomendado pra criança e mulher considerada incapaz de votar. Olhar pra trás e ver absurdos da época dos nosso pais e avós é fácil, mas o que acontece hoje que você terá vergonha de contar pro seu filho?

1) A China tinha trabalho escravo – Todo mundo sabe que a locomotiva que puxa o crescimento do mundo é alimentada por trabalho escravo, mas ninguém se opõe seriamente porque não quer perder sua fatia do bolo.

2) Havia um conflito em Darfur – A opinião pública mundial que condena o holocausto é indiferente a conflitos semelhantes de hoje. Um deles é o de Darfur, no Sudão, onde uma milícia patrocinada pelo governo faz limpeza étnica, tendo matado meio milhão e desabrigado mais de dois milhões de pessoas.

3)  Consumia-se  sódio, açúcar e gordura em excesso –Pela primeira vez na história a humanidade produz mais alimentos do que precisa. Porém, a mesma indústria que gera abundância precisa lucrar, e cria comidas com alto teor de sódio, açúcar ou gordura, que estimulam e agradam o cérebro. A conseqüência do consumo excessivo desses alimentos são epidemias, como as  de obesidade e diabetes, facilmente evitáveis.

4) Morria-se de fome – Ok, é clichê, mas vale. Dado o quadro acima, considerar que tem gente morrendo de inanição e que a gente – verdade seja dita – dorme e acorda indiferente a isso, é um absurdo

5) Acreditávamos no efeito estufa – O efeito estufa não é consenso nem entre climatologistas e na verdade você não sabe a fundo o que é. Mas buzinaram tanto sobre ele que a gente toma como verdade absoluta, e um dia, se for comprovado que não passava de um blefe, nosso filho pode rir dele.

6) Gastávamos água mal pra caramba – Sem água a casa cai, todo mundo sabe, mas quase todo mundo gasta demais. Seja em coisas aparentemente sem ligação, como comprando calças jeans, cuja fabricação é intensiva em uso de água, seja em outras mais gritantes, como demorando no banho ou lavando calçada com mangueira. Em maior ou menor grau, fato é que usamos muito mal a água, e um dia o desleixo pode obrigar as futuras gerações a usarem-na bem.

7) As escolas eram indústrias – Hora para entrar, hora para sair, matérias fixas, condenação do erro, notas como indicadores supremos, etc. As escolas seguem um modelo industrial que reprime a criatividade, dá ênfase a conhecimentos inúteis e não desenvolve atributos fundamentais. Com alguma dose de sorte, seu filho encontrará um sistema de ensino bem mais preparado, flexível e completo.

8) Governos se endividavam sem controle – A lógica deveria ser simples: o governo arrecada tributos e a partir desse valor paga suas atividades e reverte o restante em benefícios sociais. Deveria, mas não é. Os Estados descobriram que poderiam gastar mais pegando empréstimos com bancos e com seus próprios cidadãos (através de títulos). Daí, o sistema hoje repousa sobre dívidas, cujos juros são pagos com dinheiro dos tributos, aquele mesmo que deveria virar benefício social.

9) As pessoas viam três novelas por dia – Imagine que você tem um país com um apagão na educação. Porém, há esperança: você consegue colocar um terço da população olhando para o mesmo lugar por 6 horas todos os dias. O que você passaria? Novela, claro! Jogamos fora oportunidades espetaculares de melhorar nosso país desperdiçando o tempo livre do brasileiro com sessões maciças de folhetins irrelevantes. E o “nós vai” segue na boca do povo.

10) O pedestre parava pro carro passar – O mais forte deveria zelar pelo mais fraco, pelo menos esse é um dos princípios da sociedade. O que ocorre no trânsito é o contrário: o carro tem a prioridade, e o sinal te dá uma concessão. O resultado naturalmente é uma carnificina.

Anúncios

4 comentários sobre “10 coisas que você terá vergonha de contar pro seu filho

  1. Opsssss…Item 5….”Acreditávamos no efeito estufa”???? Só existe a vida na Terra como conhecemos hoje devido ao efeito estufa, que mantém a temperatura do nosso planeta.
    A emissão cada vez maior de gases de efeito estufa vem aumentando o efeito aquecendo o planeta e colocando em perigo a vida no nosso planeta.
    O aquecimento do sistema climático é inequívoco e o 4 relatorio do IPCC afirma que este se dá devido as atividades antropogênicas.

  2. “Concluindo, o efeito-estufa, como descrito na literatura, nunca foi demonstrado e é difícil aceitar que o processo de absorção/emissão pelos GEE, em particular o CO2, seja o principal causador de temperaturas altas próximas à superfície. A emissão de radiação IV atmosférica é proveniente da massa de ar total (matéria), para a qual a contribuição do CO2 é muito pequena quando comparada com as massas de N2 e de O2, e o aumento de sua concentração teria um efeito desprezível na massa de ar e em sua temperatura.”

    “Portanto, a redução das emissões de carbono para a atmosfera não terá efeito algum sobre a tendência do clima, pois o CO2 não controla o clima global. E a tendência para os próximos 20 anos é de um resfriamento global, mesmo que a concentração de CO2 continue a aumentar.”

    Fonte: http://blogdoambientalismo.com/reflexoes-sobre-o-efeito-estufa/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s